São Paulo Matriz +55 (11) 3571-9597 | (11) 94931-1118 | (11) 95976-0807
cursos@fisiociencia.com.br

Blog Fisiociencia

Tudo sobre Pilates
31
jan

Pilates com Acessórios – Uma realidade contemporânea

Pilates com Acessórios:
BOSU, BOLA, MAGIC CIRCLE, FOAM ROLLER

 

O método Pilates teve sua origem na Alemanha, criado por Joseph Pilates que criou a princípio padrões de exercícios no solo. Ele também desenvolveu equipamentos rudimentares e ao mesmo tempo de uma sofisticação funcional indiscutível para trabalhar o movimento humano.
Joseph também desenvolveu acessórios nos equipamentos que potencializam e facilitam a execução de padrões de movimentos. O uso do Método Pilates com acessórios nos equipamentos proporciona uma diversidade de exercícios para ganho de força, de flexibilidade e de equilíbrio neuromuscular.

Os acessórios nos equipamentos foram tão importantes, que o próprio Joseph desenvolveu acessórios para serem usados fora dos equipamentos. Sua visão futurista via a necessidade do uso de acessórios para se exercitar em qualquer tipo de ambiente. Hoje temos o Método Pilates com Acessórios, quais os mais populares?

Baixe o Ebook Gratuito – Profa Eliane Coutinho!
Clique no link abaixo:
http://lp.fisiociencia.com.br/pilates-na-hernia-de-disco-ebook/

Pilates com acessórios

Magic Circle – um acessório original

 

magic-circle
Joseph Pilates criou um acessório que popularizou-se muito – o Magic Circle. O círculo mágico é um acessório original que proporciona ganhos espetaculares a nível mioarticular. Ele regride e progride os exercícios originais de Mat Pilates, assim como potencializa músculos específicos nos equipamentos.

O Magic Circle gera grande recrutamento da musculatura interna, tanto de membros inferiores, como de membros superiores. Também gera organização musculo esquelética, ganho de mobilidade do tronco e flexibilidade de membros inferiores. É um acessório indispensável para um programa de treinamento e reabilitação músculo-esquelético.

Pilates com Acessórios: Acessórios Contemporâneos

O método Pilates tomou dimensões grandiosas, por meio de uma filosofia peculiar e princípios fundamentais. Contudo, após a morte de seu criador, respeitando essa filosofia o método Pilates foi sendo incrementado com outros acessórios contemporâneos que ganharam hoje um grande potencial dentro do método e das aulas de Pilates.

Por isso a necessidade de abordarmos a função desses acessórios inovadores, os quais agregam valor a reabilitação e o condicionamento físico durante  as majestosas aulas e sessões de Pilates.

Pilates com Bola  – um treino proprioceptivo músculo esquelético

pilates-com-bola

A bola é um dos acessórios mais versáteis que há atualmente no universo da atividade física e da reabilitação. Ele foi implementado no método Pilates não pelo seu criador, uma vez que, a bola surgiu na Itália, por volta de 1963, bem depois da criação do método Pilates. Entretanto, conhecendo suas funções indiscutíveis no treino de controle motor, de habilidade motora, de equilíbrio e de força fica praticamente impossível não introduzi-la no método, contudo,  sem que se perca os princípios e a filosofia inquestionável do Método.
A Bola – O seu tamanho garante uma área de superfície ampla suficiente para trabalhar com o cliente sentado ou mesmo deitado sobre a bola.
As atividades desenvolvidas sobre uma superfície instável estimulam a integração de informações visuais, vestibulares e somatossensoriais. As respostas motoras obtidas durante o manuseio podem ser direcionadas de modo a facilitar as reações de equilíbrio, de proteção, os ajustes posturais, ou simplesmente direcionadas para o ganho de força muscular.

A bola tem um papel primordial no controle, no desenvolvimento e no estimulo proprioceptivo músculo-articular, visto que essa superfície tridimensional movimentando-se em torno de um eixo exige, toda vez que estamos sobre ela, um rearranjo de receptores de pressão e tensão, o que é de extrema importância para ganhar ajustes musculares, gerar memória muscular, desenvolver movimentos hábeis e complexos.
A Bola se adapta aos exercícios do clássico Mat Pilates e não o método a ela.  Assim, os alunos potencializam seus ganhos no processo de reabilitação e condicionamento físico. Não é o método que se adapta a nenhum acessório mas, o acessório aos movimentos originais do Pilates.

Pilates com acessórios: Rolo como base bidimensional

pilates-rolo-acessorio

Esse acessório bidimensional – o rolo – trabalha de forma extraordinária todos os decúbitos: dorsal, ventral, lateral e bípede-estação. O rolo treina muito o equilíbrio entre os dimidios (direito e esquerdo). É um excelente acessório para trabalhar distúrbios posturais e desvios da coluna. Também tem grande indicação na liberação miofacial, que ocorre durante o deslizamento compressivo sobre sua superfície, tais benefícios ocorrem durante a introdução do acessórios aos exercícios originais de Mat Pilates.

O uso do rolo com a superfície mais rígida permite treinar e exercitar a coluna neutra gerando estabilização do compartimento lombo-pélvico. Esse acessório se faz muito importante para agregar na aula de Pilates padrões que mobilizem as fáscias musculares, promovendo ganho de amplitude de movimento. Confira exercícios com o rolo COM A PROFA ELIANE COUTINHO: https://youtu.be/8b1KFP9IKf0

Pilates com acessórios: Bosu e suas duas faces

bosu-pilates

O Bosu é um acessório que significa ambos os lados para cima, o que permite usa-lo de duas formas, com uma base estável e outra instável, conferindo-o muita versatilidade. Ele é indicado para o treino de força de membros inferiores e superiores, treino proprioceptivo e de co-contração.

É um acessório que agrega novas possibilidades à aula, já que possui uma superfície rígida e uma superfície flexível permitindo maior ou menor instabilidade no acessório, gerando maior ou menor recrutamento muscular. O uso do Bosu é chave no ganho de controle e habilidade motora além de ganho de força muscular.

Vantagens da aula de Pilates com Acessórios nos ajustes dos alunos.

professora-de-pilates-com-acessorios

A grande vantagem em usar esses acessórios em aula com três pessoas fica por conta do ajuste sinestésico que o profissional tem durante os exercícios. Quando o professor coloca três alunos com três acessórios iguais, facilita o comando, a demonstração dos exercícios e os ajustes devido à proximidade de alunos e professor e pela facilidade de reproduzir o mesmo exercício ao mesmo tempo e dessa forma, diminuir os riscos de erro durante a execução do movimento.

Estímulo visual sem perder a dinâmica de aula
Essa é uma vantagem discutível, pois se considerarmos que alunos que estão fazendo exercícios no equipamento e não entendem a execução, é preciso demonstrar o exercício para o aluno, enquanto isso, os outros dois alunos estão em outros equipamentos. Essa é uma desvantagem para o professor e para os alunos.

Com o uso dos acessórios, o professor consegue colocar três alunos no mesmo equipamento e demonstrar para que todos vejam ao mesmo tempo sem precisar tirar o aluno do equipamento e parar a aula, isso facilita muito a dinâmica. Assim a aula fica mais fluida e continua.
Custo e investimento

O custo desses acessórios é infinitamente menor que o custo dos equipamentos, o que facilita o studio ter um grande número de acessórios dando uma aparição e uma grandiosidade ao local, gerando um marketing positivo. Então com um menor investimento financeiro é possível ter um grande número de acessórios, proporcionando aos alunos aulas atualizadas, dinâmicas e estimulantes.

Hoje é necessário visualizar, entender e se adaptar aos novos tempos, ao mercado de trabalhos, as necessidades e as demandas. Com uso dos acessórios é possível ministrar o método Pilates em qualquer lugar que tenha um espaço livre e uma superfície plana. O professor poderá atender a domicílios, em academias, studios, condomínios, hospitais e clínicas visto que os acessórios são objetos pequenos e de fácil transporte. Isso  introduz o professional mais rápido ao mercado de trabalho, agrega valor às aulas gerando maior retorno financeiro.

Minhas Sugestões de exercícios para um aula segura:

1- Roll-down

 

 

 

 

 

 

Nível: Básico

Posição Inicial: Sedestação, flexão de quadril e joelhos, pés paralelos, faixa no ante-pé, cotovelo flexionado a 90° e punhos em posição neutra.Execução de Movimento: Realizar abdução de ombro com flexão de cotovelo seguido de extensão de tronco em round back, extensão de cotovelo, retorna a posição inicial com flexão e abdução de ombro com flexão de cotovelo, round back ate a posição inicial.

 

Músculos recrutados:
-Membros superiores e tronco: Abdominais, Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente, Bíceps Braquial.
-Membros inferiores: Adutores de Quadril, Flexores intrínsecos dos pés
Músculos alongados:
-Membros superiores e tronco: Paravertebrais, Peitorais.
-Membros inferiores: Glúteo Máx, Quadríceps.
Indicação: mobilidade da coluna vertebral e fortalecimento de MMSS
Contra-indicação:  Fase aguda de discopatia

2- Painting under the stairs

  

Nível: Intermediário
Posição Inicial: Bipedestação com abdução de quadril, flexão de joelho unilateral com flexão lateral de tronco, membro superior com flexão de cotovelo apoiando na coxa do membro inferior que está com flexão de joelho, membro superior contralateral com flexão de ombro a 180° e flexão de cotovelo, faixa apoiada na mão com punho em posição neutra.
Execução de Movimento: Extensão de cotovelo.
Músculos recrutados:
-Membros superiores e tronco: Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente, Tríceps Braquial, Abdominais, Transverso do Abd.
-Membros inferiores: Quadríceps.
Músculos alongados:
-Membros superiores e tronco: tríceps braquial, Latíssimo do Dorso, Peitorais e paravertebrais,
-Membros inferiores: Adutores, glúteo médio, trato iliotibial.
Indicação: Escoliose, fortalecimento de tríceps braquial e quadriceps
Contra-indicação: Dor lombar

3-  Dying bug

exercício-pilates

Nível: Básico
Posição Inicial: Decúbito dorsal sobre o rolo mantendo a cabeça apoiada no mesmo. Discreta abdução de quadril com flexão de joelho mantendo os pés paralelos, membros superiores ao lado do tronco apoiados no solo.
Execução de Movimento: Flexão de quadril com flexão de joelho seguindo de extensão de quadril e joelho e flexão plantar, ao mesmo tempo membro superior contralateral realiza flexão 180° de ombro mantendo extensão de cotovelo.
Músculos recrutados:
-Membros superiores e tronco: Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente, Deltóide Ant e Post, Abdominais, Transverso do Abd.
-Membros inferiores: Iliopsoas, Quadríceps, Glúteo Máx, Tríceps Sural
Músculos alongados:
-Membros superiores e tronco: Deltóide Ant, Peitorais.
-Membros inferiores: Glúteo Máx, quadríceps.
Indicação: Treino de estabilização, equilíbrio.
Contra-indicação: Bursite de ombro, fase aguda.

4- Knee stretch round back

exercicio-2

Nível: Intermediário
Posição Inicial: Posição de quatro apoio com extensão de cotovelo com as mãos apoiadas no solo. O rolo fica perpendicular sob a região proximal da tíbia.
Execução de Movimento: Realiza round back levando o joelho em direção a cabeça, deslizando o rolo para a região distal da tíbia.
Músculos recrutados:
-Membros superiores e tronco: Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente, Tríceps Braquial, Abdominais, Transverso do Abd.
-Membros inferiores: Iliopsoas, Isquiostibiais, Tríceps Sural.
Músculos alongados:
-Membros superiores e tronco: Latíssimo do Dorso.
-Membros inferiores: Glúteo Máx, Quadríceps, Tibial Ant.
Indicação: Mobilidade de coluna.
Contra-indicação: Lombálgico álgico.

5- Single-leg roll-up

Nível: Intermediário
Posição Inicial: Decúbito dorsal com flexão unilateral de quadril com extensão de joelho e dorsiflexão, magic circle apoiado no ante-pé, membro inferior contralateral com extensão de quadril e joelho com dorsiflexão. Membro superior com as mãos apoiadas no magic circle com flexão de ombro e cotovelo.
Execução de Movimento: Flexão de tronco em round back ate sedestação mantendo membro inferior em diagonal e mebro superior com flexão de cotovelo e ombro.
Músculos recrutados:
-Membros superiores e tronco: Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente, Bíceps Braquial, Abdominais, Transverso do Abd.
-Membros inferiores: Iliopsoas, Quadríceps, Glúteo Máx, Tibial Ant.
Músculos alongados:
-Membros superiores e tronco: Peitorais, Tríceps Braquial.
-Membros inferiores: Iliopsoas, Glúteo Máx, Tríceps Sural, Isquiostibiais.
Indicação: Mobilidade de coluna, fortalecimento de cadeia anterior.
Contra-indicação: hérnia de disco lombar.
Princípios: Centralização, concentração, respiração, controle, precisão e fluidez.

6- Criss cross

Nível: Indermediário
Posição Inicial: Decúbito dorsal, flexão de quadril a 90° com extensão dos joelhos, flexão plantar com o magic circle entre os membros inferiores acima dos maléolos mediais, mãos apoiadas na região occiptal com abdução de ombros e flexão de cotovelo.
Execução de Movimento: Flexão de tronco ate o ângulo inferior das escápulas e rotação de tronco, com flexão e adução de quadril mantendo a extensão de joelho de maneira que o cotovelo toque no joelho. Membro inferior contralateral deve realizar discreta extensão com adução de quadril com extensão de joelho e flexão plantar.
Músculos recrutados:
-Membros superiores e tronco: Abdominais, Deltóide Ant, Latíssimo do Dorso e Trapézio Descendente.
-Membros inferiores: Tríceps Sural, Adutores de Quadril, Iliopsoas, Quadríceps.
Músculos alongados:
-Membros superiores e tronco: Peitorais, Paravertebrais.
-Membros inferiores: Tibial Ant, Isquiostibiais, Glúteo Máx.
Indicação: Escoliose e fortalecimento de core
Contra-indicação: Hérnia de disco, lombálgico agudizado.

Você quer aprender mais sobre Pilates com acessórios, então você precisa conhecer o meu novo Curso Online Pilates com Acessórios – Tratando disfunções músculos esqueléticas.
Clique no link abaixo e saiba mais:
www.cursopilatescomacessorios.com.br