São Paulo Matriz +55 (11) 3571-9597 | (11) 94931-1118 | (11) 95976-0807
cursos@fisiociencia.com.br

Blog Fisiociencia

Tudo sobre Pilates
10
abr

Como ter músculos fortes e jovens com o método Pilates

O Pilates é hoje um dos métodos de exercícios mais praticados no mundo e visa transformar músculos velhos em músculos jovens. O método conecta corpo, mente e espírito de forma objetiva, fazendo com que a modalidade se destaque entre tantas outras atividades físicas.
 
Os músculos, com o passar do tempo, entram em um processo chamado sarcopenia ou hipotrofia senil (perda muscular), esse processo de perda de massa muscular, que ocorre mais efetivamente após os 40 anos, tem consequências pontuais no desempenho do indivíduo, como a perda da força, da flexibilidade, do equilíbrio, da coordenação e da habilidade motora. Além disso, ocorrem perdas celulares e hormonais significativas, em especial do hormônio de crescimento GH (growth hormone). Esse hormônio diminui muito no corpo, por conta da hipotrofia hipofisária (glândula que secreta o hormônio do crescimento), o que causa prejuízo para o músculo durante o envelhecimento, processo esse inevitável. 
 
Contudo, a ciência mostra, que hoje, os indivíduos podem chegar aos 80 anos com a mesma força de uma pessoa de 20 anos, mas para que isso ocorra, é preciso começar a praticar alguma atividade física desde os 20 anos; pois só assim podemos garantir um excelente resultado muscular na velhice. Entretanto, se você já passou dos 40, 50, 60 ou mais, não precisa perder a esperança, pois em qualquer momento que você começar, irá iniciar o processo de hipertrofia.
 
Mas como preservar os músculos jovens, fortes e flexíveis durante o processo de envelhecimento?
 
 A professora da formação de Pilates Clássico Científico e PhD no método, Eliane Coutinho revela que basta estimular o músculo adequadamente, para que ele produza seus próprios anabolizantes (fatores hormonais que fazem o músculo crescer) e retarde a hipotrofia senil.
 
Então como o método Pilates estimula esses anabolizantes e retarda o processo de perda muscular? Durante as aulas os alunos deverão gerar máxima contração muscular, e essas contrações serão mais efetivas quanto maior for os estímulos verbais e de toque (no músculo) que receberem do professor.
 
Os resultados, dessa contração muscular máxima durante os exercícios de Pilates, são responsáveis pelo aumento dos níveis de hormônios de crescimento que estão envolvidos no processo de hipertrofia. Por isso que é tão importante a prática do método Pilates com um profissional qualificado, pois por meio desse profissional há o estimulo adequado do aluno durante as aulas.
 
Só assim o músculo trabalha em sua potência máxima recrutando o máximo de fibras e produzindo anabolizante fisiológico. Ou seja, o método Pilates pode ser um grande meio para gerar hipertrofia e retardar o envelhecimento muscular.