Essa é para quem sofre de dor crônica e não aguenta mais gastar com remédios e não ter resultados.

Você pode tratar a dor com o auxílio de um profissional que disponibiliza material prático, rápido, simples e eficaz no conforto da sua casa. Conheça o Programa Coluna Sem Dores, que já ajudou pessoas de todo o país a viver sem dor.

Para falar melhor do Programa Coluna Sem Dores vamos conversar com o aluno Cícero José, que tem 66 anos e sofre há meses com dor no nervo ciático.

 

Fisiociência: Seu Cícero, desde quando o senhor sente dor no nervo ciático?

Sr. CíceroMinha querida, a primeira vez que senti dor no ciático eu tinha uns 50 e poucos anos, mas passou depois de tomar umas injeções, mas o médico tinha me alertado de que eu não estava curado, a injeção era só para amenizar a dor. O ciático voltou a me incomodar desde o ano passado, não faz exatamente um ano, mas têm uns longos meses que essa dor me persegue.

Fisiociência: O senhor sentiu diferença entre o Programa Coluna Sem Dores e o tratamento médico? Se sim, quais foram as mudanças?

Sr Cícero: Senti muita diferença, porque no tratamento médico eu não fiquei bom logo de cara, demorou bastante para ter um alívio, eu não conseguia ficar deitado, sentado ou de pé, todas as posições me incomodavam, foi realmente muito angustiante. Agora, fazendo os exercícios do Coluna Sem Dores eu estou ótimo, nunca pensei que teria uma recuperação tão rápida, em uma semana a dor foi embora.

Fisiociência: E o custo benefício, foram relevantes para o senhor?

Sr Cícero: Muito! Achei bem mais barato do que as injeções e a consulta com o médico, porque não tenho convênio, então sempre pagava, porque esperar pelo SUS não dava. O Programa Coluna Sem Dores não me faz sair de casa para uma consulta ou ir até à farmácia tomar uma injeção, faço tudo de casa, que é o que eu mais prezo nessa época de COVID.

 

São depoimentos reais, de alunos reais que tiveram uma melhora real! Conheça agora o nosso Programa Coluna Sem Dores e saiba que é possível viver sem sentir dor.

Em 2030 o Brasil terá a quinta população mais idosa do mundo e consequentemente o aumento da procura de tratamentos para a terceira idade, mas o que não se sabe é que os exercícios em casa para idosos previne casos mais graves e fortifica o sistema imunológico.

Segundo o jornal da USP, o Brasil caminha na direção da longevidade, pois, daqui a 9 anos o número de idosos irá ultrapassar o número de crianças entre 0 a 14 anos. Porém, a matéria da USP não específica se esses idosos terão condições mais saudáveis, então, como fazer exercício em casa no idoso e torná-lo mais funcional? A fisioterapeuta Eliane Coutinho, pós doutora em dor crônica e criadora do maior método de pilates clássico científico do Brasil aconselha: “O idoso precisa de um programa de treinamento que contemple todas as necessidades.”

Visando as necessidades dos idosos de hoje a ter uma rotina de exercícios e sem precisar se expor à COVID19, Eliane criou o programa Jornada de Dor que ajuda o idoso a fazer exercícios em casa.

O programa Coluna Sem Dores é feito em casa ensinando como o idoso fazer exercício com segurança. Abaixo explica como 03 passos simples podem tratar a coluna.

                       

Esse e outros vídeos de tratamentos e alívio da dor estão disponíveis gratuitamente no Youtube, enquanto nas redes sociais a doutora Eliane mostra suas consultas e métodos de abordagem de cada enfermidade. Muitos pacientes se consultam de forma online que é um método que também ajuda os idosos a se tratar e fazer exercícios em casa.

O idoso que se exercita em casa cuida da mente também, pois quando os exercícios físicos são inclusos na rotina, doenças como depressão são amenizadas. Os exercícios também tratam as enfermidades mais comuns em idosos como osteoporose, artrose, hérnia de disco, bico de papagaio e bursite.

A doutora Eliane Coutinho que é responsável pela Fisiociência fez com que clínica tivesse um alcance dentro e fora do país atendendo e contemplando idosos que procuram tratamento e exercícios em casa.

Uso do Magic Circle no PMP

O método PMP usado para Tratamento da Dor lombar usa um acessório desenvolvido por Joseph Pilates, tem sua origem nos exercícios realizados no solo e nos equipamentos. Contudo, muitos acessórios são usados nas terapias e aulas de Pilates, sendo que, alguns são originais e outros são contemporâneos, já usados em outras modalidades e técnicas.

Hoje, vamos falar do Original Magic Circle, um acessório para tratamento da Dor lombar desenvolvido pelo próprio Joseph Pilates, para ser usado no solo e nos equipamentos com o objetivo de potencializar as contrações musculares. O acessório foi desenvolvido em aço, revestido por borracha, com duas estruturas laterais chamadas de pac.

O Magic Circle permite variações de exercícios completos de máximo recrutamento muscular  principalmente da musculatura adutora e estabilizadora dos membros inferiores e dos membros superiores.

Como sua estrutura apresenta pacs internamente e externamente, ele também pode ser usado para fortalecer a musculatura externa aumento recrutamento muscular, como por exemplo, os músculos abdutores de quadril e os músculos abdutores de ombro.

Exercícios do Método PMP usando o magic Circle

Estabilização Lombar e fortalecimento de Quadril

                                           

Posição Inicial: Decúbito dorsal com flexão de 90° de quadril com extensão dos joelhos com o magic circle entre os membros inferiores acima dos maléolos mediais e flexão de ombro a 90°.

Execução de Movimento: Flexão de tronco até o ângulo inferior das escápulas, elevação dos membros inferiores do solo

Músculos recrutados:

-Membros superiores e tronco: Transverso do Abd, Abdominais, Trapézio Descendente, Latíssimo do Dorso, Tríceps Braquial, Deltóide Ant. e Peitorais.

Membros inferiores: Tríceps Sural, Glúteo Máx, Iliopsoas, Quadríceps e Adutores de Quadril.

Ponte dinâmica estabilizadora

Posição Inicial: Decúbito dorsal, quadris e joelhos em flexão com os pés apoiados no solo, com o magic circle entre os membros inferiores acima da articulação do joelho; membro superior ao lado do corpo.

Execução de Movimento: Elevação da pelve em coluna neutra seguido de extensão de joelho mantendo alinhado com o joelho contralateral, realizando no membro inferior contralateral retornando a posição inicial em coluna neutra.

Músculos recrutados:

-Membros superiores e tronco: Abdominais, Transverso do Abdome, Tríceps Braquial, Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente.

Membros inferiores: Tríceps Sural, Glúteo Máx, Glúteo Médio, Quadrado Lombar, Isquiostibiais, Quadríceps, Adutores de Quadril.

Estabilização de Ombro e Lombar

Posição Inicial: Decúbito ventral com extensão de quadril e joelhos com tornozelo em flexão plantar, membros superiores com flexão de ombro a 180° com extensão de cotovelos com as mãos apoiada no magic cirgle.

Execução de Movimento: Hiperextensão de tronco com extensão de ombro.

Músculos recrutados:

-Membros superiores e tronco: Abdominais, Transverso do Abd, Multífidos, Latíssimo do Dorso, Trapézio Descendente, Deltóide Post, Tríceps Braquial.

 Sua importância no tratamento é  indiscutível, pois ele pode aumentar a conexão mente-músculo, uma vez que, ele é um acessório exteroceptivo, onde preciso manter-se todo tempo com os músculos ativos para segurá-lo, caso contrário o paciente/aluno perde o contato com o mesmo.

Leia o artigo sobre o método PMP que está encantando fisioterapeutas  e educadores físicos